Arquivo do mês: setembro 2012

Apocalypse Never

Vocês são todos uns idiotas. E não é pouco não. Onde já se viu acreditar em algo tão babaca quanto o fim do mundo? Ainda mais precisamente no dia 21 de Dezembro de 2012? Tenho para mim que o fim dos tempos, se vier, será em um dia qualquer, daqueles bem normais, sem essa coisa de aviso prévio, porque, aqui entre nós, não faz o menor sentido.

Dessa vez são os Maias que disseram que o mundo iria acabar, isso há um bom tempo, o que me faz pensar “será que não é uma pegadinha?”. Seria interessante, mas ninguém pensa nos Maias ou em qualquer civilização antiga como detentora de humor apurado, um erro grave, já que todos temos certo ar de comediantes. Inscrições em uma pedra são o bastante para se cravar com segurança que o mundo irá deixar de existir? Obviamente não, ou então eu irei escrever em uma pedra que o Corinthians ganhará sua quadringentésima nona Libertadores no ano 2.500, o que não é difícil, mas não custa dar uma ajudinha com os meus poderes de previsão.

Não tem como ser tão trouxa assim, não entendo essas pessoas pregando o fim do mundo, avisando a todos, colocando placas na rua. Se você tem essa informação, a melhor coisa que você tem a fazer é guardar para você, simplesmente não a compartilhe, é idiota, ninguém vai acreditar, você será taxado de louco, babaca, e se acaso o fim dos tempos realmente vier você nunca irá colher o louros da glória e sabedoria, você irá basicamente acabar junto com mundo, acabar como um lunático que achava que o mundo iria acabar, onde já se viu?

Onde estão as pessoas que pregaram o fim do mundo na passagem de 1999 para o ano 2000? Alguns devem estar desiludidos de tudo, outros deve ter se matado ou se escondido, e o resto deve estar gritando pelos quatro cantos que agora sim é verdade, vai acabar mesmo. Acho engraçado que essas pessoas fazem o maior estardalhaço, nos jornais, nas ruas, na TV e depois, quando o mundo continua vivinho ninguém aparece para falar: “Foi mal pessoal, errei”. São uns covardes.

Posso falar sem o menor medo de errar: O mundo não irá acabar em 2012 nem nunca! E se ele acabar vocês podem me cobrar!

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Rá Tim Bum

O legal de fazer aniversário é ser parabenizado por algo que você não fez, algo que não lhe ocupou tempo nem gastou seu esforço. Você não fez nada, absolutamente nada, e as pessoas te ligam para parabenizar esse feito e desejar que você continue assim.

Muitas coisas que eu fiz, me esforcei, trabalhei para dar certo, não receberam sequer um parabéns, um aperto de mãos amistoso. No entanto, nascer foi algo de se admirar.

Sensacional esse negócio não é? Faz você achar que não precisa fazer nada para se dar bem, é só ficar ali, parado, que o pessoal vem te abraçar e fazer festa.

Todo mundo gosta de fazer aniversário, até os idosos, que mesmo estando teoricamente mais perto da morte, adoram atenção e festa. Quem falar que não gosta de fazer anos está mentindo de forma descarada. Ganhar presentes por isso então? Tem coisa mais legal? “Cara, você nasceu há um tempo, tome um presente!”. É demais. Mesmo assim todos dizem; “O que é isso, não precisa se incomodar”, em um gesto de mascarada educação, pois na realidade queremos dizer: “Precisa sim, se você não der presente vou te marcar pro resto da vida”. É a verdade, não adianta esconder, sempre que alguém faz aniversário você resgata na sua mente se essa pessoa te deu presente na sua data, e em caso ela não tenha dado você não move um dedo para presenteá-la, afinal tudo que vai volta.

Bolo também é bem legal, se não for de algum sabor exótico ou algum sabor que não é de bolo, tipo café, que na verdade não deveria ser sabor de nada, só de café mesmo. Esquisita essa coisa de tentar estragar festas com coisas modernas, festa é com bolo normal, bexiga normal, presente normal, e você com aquela cara normal e aquele pensamento idiota na cabeça: “Hehe, hoje é meu aniversário, vou ficar aqui, agindo normalmente”.

É tudo diferente no dia do seu aniversário, qualquer coisa faz você pensar “caramba, hoje é meu aniversário”, você pensa isso quando acorda, olhando para cara das pessoas que você não conhece na rua e quando vai dormir, que é quando você pensa: “caramba, falta muito pro meu aniversário”.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized